Depois do engajamento em prol da saúde da mulher em outubro, agora é a vez de voltar as atenções aos cuidados com os homens, principalmente a prevenção ao câncer de próstata.  Até o final deste mês, as equipes da atenção primária da Secretária Municipal de Saúde realizarão várias atividades para reforçar a campanha Novembro Azul, período escolhido para celebrar o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata.

As atividades acontecem para chamar a atenção e a importância do diagnóstico precoce, conforme apontou a coordenadora da atenção primária, Ana Rita de Faria. “O trabalho é feito todos os dias, mas novembro é um marco onde reforçamos sobre a saúde do homem. Os números mostram que a doença está aí e eles precisam fazer os exames de prevenção, além de cuidar da saúde de uma forma geral”, lembrou.

Nos 30 dias de campanha, as equipes das unidades básicas de saúde vão realizar workshops, palestras e ações diversas sobre assuntos relacionados à saúde do homem, bem como serviços, solicitação de exames e outras atividades.

Falta de informação

Muitos casos são diagnosticados em estágios avançados da doença, já que a maioria dos homens evita procurar o médico por temer descobrir alguma doença ou ter que realizar algum exame específico. Por esse motivo, as orientações nas unidades do município durante as palestras nas salas de espera são para desmistificar e esclarecer a importância dos procedimentos. “Todas as unidades estão preparadas para recebê-los e orientar sobre todas as enfermidades, bem como preveni-las. Será um mês onde estaremos focados na saúde deles e reforçando a mensagem da importância da prevenção”, apontou a coordenadora.

Busca Ativa

Além do exame de toque, é fundamental também a realização do exame de sangue, que é conhecido como PSA (Antígeno Prostático Específico). O ideal é que a partir dos 50 anos, o urologista seja procurado anualmente para a realização desse e de outros procedimentos.

A unidade de saúde do distrito de Cruzeiro dos Peixotos abraçou a causa e realizará a busca ativa domiciliar dos homens com mais de 45 anos que não realizaram exames de PSA, com função de verificar a presença de câncer de próstata e o andamento da doença, bem como de outras doenças, como prostatite e lesões em geral. A meta é alcançar 120 homens durante esta ação.

Câncer de próstata

O câncer de próstata evolui lentamente, sendo assim, os sintomas são percebidos quando a doença já está em estágio avançado, dificultando o tratamento. Os principais sintomas desse tipo de câncer é a diminuição do jato de urina, dificuldades em urinar e uma mudança na frequência urinária, que aumenta.

Uma alimentação saudável, rica em verduras, vitaminas e cereais, é uma das formas de prevenir a doença. Além disso, é importante evitar gorduras de origem animal e alimentar-se excessivamente de carne. Não fumar, beber moderadamente e realizar atividades físicas também podem ajudar a diminuir os riscos de apresentar a doença.

Confira algumas ações nas unidades de saúde

SECOM PMU