O prefeito Odelmo Leão recebeu em seu gabinete, na tarde desta terça-feira (12), um cheque de R$ 2 milhões das mãos do presidente da Câmara Municipal de Uberlândia, Alexandre Nogueira, e dos demais vereadores. O recurso é proveniente de parte daquilo que restou do repassado pelo orçamento Municipal ao Legislativo local e, neste momento, está sendo devolvido de forma antecipada no intuito de ajudar o Município a honrar com os compromissos financeiros neste fim de ano.

Segundo o prefeito Odelmo Leão, o recurso veio em boa hora e, com certeza, auxiliará a prefeitura a fechar as contas anuais com o máximo possível de equilíbrio. “Nós temos agora o 13º salário que precisamos honrar com os servidores e temos também fornecedores, por exemplo. Vamos usar da melhor forma, como sempre fizemos. O gesto da câmara mostra que os vereadores estão contribuindo com a cidade de todas as formas possíveis”, disse.

A quantia recebida agora pela prefeitura trata-se de um residual do duodécimo, que é o repasse de verba mensal obrigatória. Conforme prevê legislação federal, municípios do porte de Uberlândia (com população entre 500 mil e 3 milhões de habitantes) têm que transferir 4,5% da receita orçamentária para o Legislativo.

Como se trata de parte da sobra, no início de 2018, ainda ocorrerá a devolução de mais montantes que não foram utilizados pela Câmara durante o exercício 2017, segundo explica o presidente Alexandre Nogueira. “Estamos fechando a contabilidade, mas a expectativa é que possamos restituir ainda mais R$ 8 milhões, totalizando R$ 10 milhões que pudemos economizar em 2017 para ajudar a gestão do prefeito Odelmo, que é de muita responsabilidade”, disse.

Fonte: Prefeitura de Uberlândia