A Igreja Matriz Bom Jesus acolherá na manhã deste sábado (03), a partir das 09h, o ainda candidato ao Diaconado Permanente, Ricardo Albenes da Silva, seus familiares, parentes e amigos, para a Solenidade de sua Ordenação Diaconal, presidida por Dom Paulo Francisco Machado, bispo diocesano de Uberlândia. Este importante momento para a Diocese também contará com a presença dos membros do Clero Diocesano, religiosos, religiosas e fiéis diocesanos. 

Ricardo Albenes é casado há 18 anos com Virgínia Mendes Batista Albenes e juntos tiveram uma filha, Sara Mendes Albenes. Natural da cidade de Uberlândia, Ricardo e sua família já atuam há muitos anos na Paróquia Bom Jesus. Segundo o candidato, desde quando se uniu em matrimônio com Virgínia Albenes, ambos possuíam o desejo de contribuir pastoralmente, se dedicando a Igreja de forma mais intensa. “Já naquela época surgiu o pensamento de um dia estar como Diácono permanente, a serviço do povo de Deus e da Igreja”, afirmou Albenes.

O envolvimento maior se deu primeiramente com a Pastoral Familiar, tanto em nível paroquial, quanto diocesano. Só depois de se dedicarem a Pastoral, contribuindo principalmente na formação das comunidades da Diocese, dando apoio nas formações das Equipes de Preparação Matrimonial, que o chamado ao Diaconado veio mais forte em seu coração. “Partilhei isso com minha esposa que também se sentiu chamada a percorrer esse caminho”, concluiu Albenes. 

Orientados e acolhidos pelo então pároco da Bom Jesus, Pe. Willians Soares Silva, Ricardo foi encaminhado na época ao atual Vigário Episcopal para o Diaconado Permanente, Pe. João Antônio da Silva Júnior. Em seguida, foi direcionado para o processo formativo, junto aos demais candidatos que já se encontravam em formação. “Desde que me apresentei, nunca tive dúvidas sobre esse chamado”, conta o candidato.

O processo formativo se deu por duas frentes propostas pela Diocese de Uberlândia. A primeira delas a conclusão do curso de Bacharelado em Teologia, cursado na Faculdade Católica – atualmente Pontifícia Universidade Católica (PUC – Minas), em junho de 2017. A segunda, o trabalho formativo realizado pela Equipe de Formação Diocesana, constituída de encontros mensais, em sua maioria conduzidas por Pe. Diogo Naves, onde juntos refletiam temas pastorais, aspectos humanos, vocacionais e litúrgicos. Esta etapa também foi constituída de, no mínimo dois Retiros Espirituais, realizados em cada um dos quatros anos de formação. 

Para Albenes, todo o seguimento formativo foi composto por momentos ricos de partilha e aprendizagem. “Tive a oportunidade de viver momentos de deserto ao longo da formação que vieram fortalecer em mim e em minha família, o discernimento que realmente era um chamado de Deus para nós”, relata. 

Ao ELODAFE, Ricardo Albenes também afirmou que sempre percebeu a importância de sua família, desde a época que morava com seus pais, Moacir Otaviano e Maria Almeida, e com os seus irmãos, Geraldo, Vânia, Rosana e Ronaldo; o que também se deu quando constituiu sua própria família. Neles Ricardo encontrou grande incentivo para a sua Ordenação. “Posso afirmar com grande tranquilidade que a ‘família’ é o centro do meu chamado vocacional”, enfatizou Albenes. 

Ao ser questionado sobre suas expectativas, Ricardo Albenes afirmou ter elas muito claras no lema em que escolheu para sua Ordenação: “Eu sei, Senhor, que não pertence ao homem o seu caminho, que não é dado ao homem que caminha dirigir seus passos” (Jr 10,23). “Minha expectativa é de ser um servo fiel ao Evangelho de Cristo, podendo anunciá-lo onde Deus me enviar”, concluiu. 

O Centro de Comunicação Diocesano (CCD) deseja a Ricardo Albenes, sua esposa Virgínia Mendes e toda a sua família, um Diaconado abençoado e frutuoso. Que a Missão que lhe for concedido, em qualquer Paróquia, Comunidade ou Pastoral, seja de luz no caminho de muitos fieis diocesanos.  A Igreja Matriz Bom Jesus está situada à Av. Marciano de Ávila, nº 422, no Bairro Bom Jesus em Uberlândia. Confira o convite de Ordenação Diaconal: 

“Será uma alegria a sua presença em minha ordenação, pois eu não estou sendo ordenado para minha Paróquia de origem, mas sim para estar a serviço do povo de Deus que vive na Diocese de Uberlândia. Isso faz não só a minha ordenação, mas qualquer ordenação é uma grande festa para nossa Igreja”, Ricardo Albenes da Silva.

Fonte: Elo da Fé