O feriado do Dia de Tiradentes foi de muito trabalho para um grupo de voluntários na Escola Municipal Professora Cecy Cardoso Porfírio, no bairro Mansour. Isso porque, durante toda a manhã deste sábado (21), a instituição se tornou palco de diversos serviços realizados em parceria pela Prefeitura de Uberlândia com moradores da região. Os trabalhos contemplaram a higienização completa da estrutura, além de pintura e serviços de jardinagem. 

Mãos que ajudam

De acordo com a diretora Célia Gomes Viana, os trabalhos refletem uma visão coletiva da escola junto à comunidade, com um projeto que aproxima ainda mais as famílias. "É um trabalho que surgiu de uma vontade das nossas supervisoras e integrantes da igreja do setor, por meio do projeto "Mãos que ajudam". Contamos com a Prefeitura, que sempre colabora e nos ajuda nesse sentido, e dessa vez tivemos também uma equipe de voluntários", disse.

Educadora da escola há mais de 20 anos, Célia Viana também destacou a contribuição dos serviços para quem frequenta o local diariamente. "É um trabalho que, para nós da instituição, é de extrema importância, principalmente para tornarmos o espaço ainda mais acolhedor, com um ambiente amparado por boas condições para atender a todos. É algo que motiva tanto os alunos como os professores, além de aproximar também a comunidade em geral, que passa a confiar cada vez mais no nosso método de aprendizagem", completou.

Mais de mil famílias atendidas

Localizada na rua Jequitinhonha, 415, no bairro Mansour, a E.M. Professora Cecy Cardoso Porfísio atende 1.524 alunos, que correspondem também à região dos bairros Jardim Europa, Luizote, Córrego Óleo, Monte Hebron e Pequis. Um deles é Augusto Borges Mota, de 14 anos, que cursa o oitavo ano na instituição.

"Estudo na escola desde os seis anos de idade e minha família sempre confiou muito nas pessoas que trabalham no local. Para mim, é um serviço de bastante qualidade, com os professores, a quadra, a alimentação e espero que este trabalho nos motive a aprender ainda mais, com estrutura e ambiente adequados", disse o estudante, que reside no bairro Jardim Europa.