Em 2018, Uberlândia poderá receber R$ 27 milhões a mais do que no atual exercício no que se refere ao repasse do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). O resultado positivo é efeito das políticas de desenvolvimento e atração de empresas, assim como as ações da Administração Municipal na apuração do Valor Adicionado Fiscal (VAF).

A novidade foi divulgada pela assessoria econômica da Associação Mineira de Municípios (AMM), que realizou uma estimativa de receitas dos municípios mineiros utilizando os índices do VAF divulgados em caráter provisório pela Secretaria de Estado da Fazenda (resolução nº 5.046 de 6 de outubro). “Trata-se de uma ótima notícia para nós, resultado de muito trabalho. Fruto de muito empenho da nossa equipe de Finanças junto aos contadores e empresários da cidade, orientando-os e estimulando-os a fazer as declarações em tempo hábil, com o objetivo de aumentar os recursos municipais”, salientou o prefeito Odelmo Leão.

A previsão de aumento é feita por meio dos números apresentados por cada município com base no VAF. Uberlândia está na primeira colocação das 10 cidades mineiras com maior ganho na receita pelo índice do VAF. Os valores adicionados e os índices de participação dos municípios serão publicados em caráter definitivo até dezembro.

SECOM PMU